O ar da minha aldeia

Hoje é dia de retornar a casa. A viagem de autocarro leva mais de uma hora. Assim que chego ao meu destino reanimo ao sentir o ar a encher-me os pulmões. Coitados, quase se afogam com tanta pureza.

Depois de cinco longos dias com dificuldade em dormir, com os pulmões a gritarem por este ar, finalmente chego ao paraíso. Esta energia provoca em mim uma sensação maravilhosa de liberdade.

Segundos depois de apreciar o ar da minha terra, ouço um sonoro “Boa noite menina!” acompanhado por um sorriso luminoso. Respondo na mesma medida… é isto de que sinto falta durante a semana!

Da paragem do autocarro até casa cruzo-me com mais quatro ou cinco pessoas com a mesma energia. Assim que fecho a porta atrás de mim, percebo que os fins-de-semana na aldeia são como uma terapia contra o stress da cidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s