Dia de Lua Cheia

22…
Dia de Lua Cheia
Lua Cheia em Caranguejo
Caranguejo regido pela Lua
Lua, a rainha da introspecção
Introspecção típica do Caranguejo, o rei das emoções
Emoções ao rubro dois dias antes do Natal…
Ai Natal!!!
Época da família e dos presentes
Presentes com data e hora marcada e pedido antecipado
Pedimos ao Pai Natal para deixar os presentinhos no sapatinho.
Pai Natal…
Que figura mais estranha!
Nunca escrevi uma carta ao Pai Natal
Nunca fez sentido!
Passamos a vida toda a pedir…
Ao Pai Natal, ao Universo, a Deus, enfim…
Pedimos bênçãos, presentes, sorte, amor, saúde, sentido.
E será que tudo isto faz sentido?
O Natal é uma época de paz, amor e gratidão!
Paz de espírito…
Amor-próprio e amor ao próximo…
Gratidão por tudo o que temos, somos e o tudo que a vida nos dá!
Então, onde se encaixa a figura do Pai Natal?
Será na paz de espírito? Será que a paz de espírito nos leva a pedir por mais um presente?
Será no amor-próprio ou no amor ao próximo? Será que receber mais um presente nos traz mais amor?
Será na gratidão? Que gratidão temos quando precisamos de receber mais um presente?
Todos gostamos de dar e receber presentes. Todos sentimos o amor associado a uma oferenda para e de alguém que nos ama.
E será que dar ou receber um presente apenas por conveniência social tem o mesmo valor emocional que dar ou receber um presente apenas por dar ou receber? Sem motivos sociais, sem obrigações temporais, apenas pela dádiva, pelo amor que inspira aquele acto…
Nunca escrevi uma carta ao Pai Natal. Como disse atrás, não faz sentido para mim. A verdade é que este ano percebi que peço muita coisa ao Universo, a Deus, ao futuro. E nunca questionei o que posso eu dar ao Universo, a Deus, ao futuro.
Dia 22 de Dezembro de 2018, dia de Lua Cheia em Caranguejo… o meu signo!
Esta vibração forte e desconcertante faz-me, de ora em diante, transformar o Natal na época em que peço ao Universo, a Deus, ao Futuro e, quem sabe ao Pai Natal, para clarificarem o que esperam de mim, que posso eu dar-lhes embrulhado em paz, amor e gratidão por tudo o que me dão a cada segundo, a cada minuto, a cada hora, a cada dia, a cada mês, a cada ano, há mais de quarenta anos.
Apenas isso!
Não quero mais nada!
Não preciso de mais nada!
Já tenho tudo o que preciso e muito mais!
Sou grata pelo muito que tenho e sou!
E tu? De que sentes falta?
Sê bondoso contigo e agradece o ser maravilhoso que és!
Facilmente perceberás que de nada sentes falta, pois foste abençoado com tudo o que precisas!
Sorri e sê feliz!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s