Os três aspectos do Eu


E tu acreditas nisso?”
Esta pergunta surge muitas vezes…
Principalmente, quando falo de astrologia, tarot ou numerologia.
A última vez que aconteceu foi por causa da numerologia.
A resposta é sempre a mesma, seja qual for a ferramenta – “Eu acredito que são ferramentas muito úteis para auxiliar no auto-conhecimento, se bem que somos seres com livre-arbítrio, podemos sempre escolher entre as imensas oportunidades que surgem na vida, mesmo que nos empurrem para um caminho diferente”.
A seguir a esta resposta surgem sempre interjeições e dúvidas carregadas de desconhecimento e, por vezes, preconceitos.
A numerologia é uma técnica de análise de personalidade, que chegou ao Ocidente através de Pitágoras. Esta ciência surge numa era em que os saberes estavam integrados e a filosofia, a ciência e o misticismo constituíam um só saber. No entender de Pitágoras, tudo no mundo vibra numa determinada frequência de energia.
A numerologia estuda o ser humano através dos números. Cada número tem uma determinada vibração e, por isso, cada ser humano recebe dos números que fazem parte da sua personalidade uma frequência. Desta forma, a numerologia permite-nos penetrar num nível mais profundo da personalidade humana. Por isso, hoje quero abordar o princípio da tripla natureza do ser humano, ou seja, os três aspectos do Eu: Eu Básico, Eu Consciente, Eu Superior.
O Eu Básico é o primeiro nível de expressão humana, feita pelo corpo – é o corpo em auto-defesa! Ele é o corpo em acção, quando se encontra em integração total com os outros dois «Eus». De outro modo, trata-se do corpo em reacção. O Eu Básico, na sua plenitude, é a conexão dos três números do plano físico: 1, 4 e 7.
O 1 é o número absoluto e simboliza a expressão do ego, como partícula do divino – motiva a nossa capacidade de comunicação.
O 4 é o número da acção, da disciplina, do sentido prático e da organização.
O 7 é o número do templo humano – o corpo humano e os sete centros de energia. É o número do ensino e da aprendizagem, da experiência filosófica.
O Eu Consciente contém os nossos pensamentos e atitudes. Serve de ponte entre o Eu Básico e o Eu Divino e conecta os nossos aspectos reactivos e instintivos com os nossos valores espirituais.
O Eu Consciente é fortalecido pela união dos três números do Plano Mental: 3, 6 e 9.
O 3 é o número do raciocínio lógico. O triângulo é o símbolo do número três, representando a relação entre a mente, a alma e o corpo.
O 6 é o número dos pensamentos. Representa a criatividade e a destruição.
O 9 é o número da mente em acção. Representa a ambição, a responsabilidade e o idealismo.
O Eu Superior contém as nossas virtudes morais, ideais filosóficos e valores espirituais – é a forma mais elevada de expressão humana.
O Eu Consciente é representado como a Alma ou o Plano dos Sentimentos – o amor verdadeiro é uma função deste aspecto do Eu – e compreende os números 2, 5 e 8.
O número 2 é o número dos sentimentos e da intuição – dualidade humana.
O número 5 é o número do amor e da liberdade de expressão.
O número 8 é o número do infinito e da sabedoria expressa intuitivamente através das atitudes bondosas.
Os números têm vibrações únicas e cada um representa poderes e oportunidades diferentes. Possuem um lado positivo e um lado negativo, se bem que nenhum é bom ou mau. A numerologia defende que os números atribuídos a cada indivíduo (em especial através da data de nascimento e do nome) formam padrões energéticos e influenciam a vida de uma pessoa.
Se quiseres saber mais sobre numerologia e de que forma pode ajudar-te a conheceres-te melhor, fala comigo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s