Mudança…

escrita criativa, textos curtos

A parte mais difícil num processo de mudança é olhar sem pudor para as nossas crenças e perceber quais são verdadeiras e nossas de verdade entre muitas que são convicções alheias das pessoas que cuidaram de nós lá atrás, na nossa infância.

O mar

escrita criativa, textos curtos

Pequenas partículas de água percorrem o mundo inteiro unidas pelo desejo de mais uma vez fluir rumo à margem arenosa. Na crista das suas ondas transporta as vozes e aromas recolhidos durante a sua travessia mundial. Amo este monstro desconhecido que percorre o mundo inteiro com a sua força.

O Universo numa partícula!

escrita criativa, crónicas, terapia espiritual, metafísica, transformação pessoal, comunicação transpessoal

Eu sou o Universo! É uma frase que digo muito… Já se tornou uma marca! Marca essa que, por vezes, causa estranheza! Outras, passa a ideia de arrogância ou convencimento… Nada disso! Sou o Universo, porque somos todos o Universo! Cada um de nós é o Universo num corpo! E porquê?

A vaca

escrita criativa, textos curtos

A vaca sagrada mastiga lentamente o nutritivo repasto verde, enquanto ouve o sussurro da serena ria, que ali a acompanha sempre que enterra o focinho entre as ervas, o seu alimento de todos os dias. Calmamente, a imponente presença malhada enche o espaço de pureza, energia e harmonia.

O rio

textos curtos, escrita criativa

Quando pousei os olhos na harmonia que unia céu e terra, os meus lábios separaram-se e os meus olhos cintilaram a par da luz que me percorria o corpo. O meu peito desesperava por mais. A cada inspiração absorvia a consciência natural que me abria cada poro. E a cada expiração libertava sentimentos, pensamentos… um pouco de mim. Senti-me num momento único de união perfeita com o universo… livre, serena e feliz, como um rio a seguir o seu curso, focado apenas na missão que transporta.

Que dia!

escrita criativa, relatos pessoais, terapia sensorial, aromaterapia, transformação pessoal, coaching, narrativa de vida

Que dia surpreendente! Fechei os olhos durante uns minutos e procurei relaxar… Digo que procurei, porque não relaxei. Saí do carro e caminhei em direcção ao mar. Estava um vento frio e desconcertante! Não conseguia sentir o meu corpo. Respirar então… Impossível! Voltei para o carro Queria aquecer-me e recuperar os sentidos Recuperar o meu olfacto Recuperar a minha consciência… Levei a minha écharpe até ao nariz E senti um aroma maravilhoso Lembrei-me da sinergia de óleos que passo no corpo, todos os dias! Aquele aroma indescritível fechou-me os olhos O toque das pestanas empurrou-me para o vazio, o silêncio, a paz!

Alegria

escrita criativa, textos curtos

A alegria é um estado de espírito. É um caminho de crescimento. Não é algo que acontece, que se compra. É algo que descobrimos no mais profundo do nosso ser, através do auto-conhecimento, do amor-próprio e da auto-compaixão.

A árvore

escrita criativa, textos curtos

Ser único, a árvore serve de ligação entre o céu e a terra. Os seus pés, bem assentes na terra, alimentam-na do conhecimento secreto da vida. E a sua cabeça, elevada aos céus, conecta-a com o conhecimento sagrado do espírito. Em movimentos simples e autênticos, os seus braços apoiam-se no vento e bailam livremente. Ao sabor da existência, a árvore deixa levar-se pela força oculta, que abre passagem à luz dourada da consciência de si e do mundo.

Sou suficiente!

escrita criativa, relatos pessoais, terapia sensorial

Através do confronto com o que que estamos a sentir e não estamos a ser capazes de reconhecer e assumir, com o que estamos a pensar e não faz sentido, e com o que estamos a viver, mesmo que seja um vazio de palavras, chegamos à criação de quem somos de verdade! Percebi que estes momentos de bloqueio criativo surgem quando tenho necessidade de me desapegar das crenças que me levam a pensar que não sou suficiente. Sou suficiente!

Abençoada sejas!

escrita criativa, textos curtos

Hoje, voltei ao passado. Passado escondido lá atrás… Bem atrás daquilo que mal me esqueço Lá no fundo das memórias que quero recordar E não recordo! Sei que fui feliz naquele encontro abençoado entre o mar e a terra. Recordo-me da felicidade que me bate sempre que inspiro mais uma memória esquecida! Não recordo os factos, apenas a emoção exalada por todos os poros do meu ser. Ali se junta ao ar salgado do mar!

Dedicação

escrita técnica, ensaios

Parece assim importante voltar ao início deste artigo – mais precisamente à frase de William Longgood – que combina o sonho com a dedicação. Afinal, foi de um sonho a par de muita dedicação que surgiu uma das figuras mais marcantes de todos os tempos, Mahatma Gandhi. Através da sua luta pela paz e liberdade da sua Índia, Gandhi demonstrou com actos e dedicação que a “força não provém da capacidade física e sim de uma vontade imbatível”, palavras que deixou ao mundo.

Feliz Natal

escrita criativa, textos curtos

O Natal é época de paz, amor e gratidão. Acredita nos teus sonhos e prolonga pelo ano fora esta energia vibrante de luz branca. Sê bondoso (a) com os outros, pois fazem o possível de acordo com os recursos que têm. Sê bondoso (a) contigo mesmo (a), pois também tu fazes o que podes com os recursos que possuis. Procura sempre desenvolver-te a ti mesmo (a), de forma a desvendar o ser de luz lindo que és. Perdoa sempre, a ti e aos outros. Sorri. Sorri sempre, pois tudo está a correr como é suposto. Enfim, sê grato (a) pelo muito que tens e és!

Na praia com… (3)

transformação pessoal, coaching, auto-estima, motivação, escrita criativa. relatos pessoais

Hoje partilho aqui mais um excerto dessa conversa, se bem que a parte em que falamos dos momentos em que insistimos em não valorizar o presente, da importância que damos ao que os outros, alegadamente, pensam sobre nós e de uma desculpa que por vezes usamos para não transformar a nossa vida.

A imagem fantasma em Alberto Caeiro

escrita técnica, ensaios

Esta sincronia pré-pessoal aponta, também, a sensação como imagem fantasma na poesia de Alberto Caeiro, uma vez que «as palavras levam a esperar sensações, assim como a tarde leva a esperar a noite » e «a significação do percebido é apenas uma constelação de imagens que começam a reaparecer sem razão », ou seja, as palavras são aqui o percebido transmutado em imagens que surgem do nada invisível do saber originário – «as imagens ou as sensações mais simples são, em última análise, tudo o que existe para se compreender nas palavras », porque «o nosso campo perceptivo é feito de “coisas” e de “vazios entre as coisas” », mostrando, assim, que «na leitura de um texto a rapidez do olhar torna lacunares as impressões retinianas, e que os dados sensíveis devem portanto ser completados por uma projecção de recordações ». O que pretende aqui dizer é que o sensível está envolto num caos ao qual se impõe um sentido pelo recurso às recordações colocadas em forma de dados.

Onde aflui o ser quando cria?

escrita técnica, artigos

Genet é escritor e é pela palavra que procura abordar o trabalho de Giacometti. Esta ideia de passar da imagem à palavra levanta as primeiras questões que ficam deste texto – Como se aproximar textualmente do objecto artístico? Como transformar imagens, sons ou gestos em palavras? Como fazer ver através da escrita? Ao longo do texto, Genet aproxima-se das imagens de Giacometti, se bem que apelando à fabulação, isto é, projecta histórias e tramas nessas esculturas altivas e poderosas, quase como se estivesse a criar personagens de uma fábula. A descrição que faz das estátuas (mulheres) de bronze de Giacometti demonstra como projecta vida nelas, pois «nenhuma ponta, nenhuma aresta que corte ou rasgue o espaço, nada está morto» . Genet confessa a sua ligação emocional a estas mulheres de bronze ao dizer que «nunca conseguiria evitar o regresso a este povo de sentinelas doiradas – pela pintura – que, atentas, imóveis, velam (…) velam um morto» .

Os vários mundos de ser humano

escrita criativa, crónicas, terapia espiritual, metafísica

Estes quatro mundos articulam-se entre si e constituem o cubo único que cada um de nós é! Somos seres corpóreos, seres mentais, seres emocionais, seres espirituais... será que podemos ser apenas um desses seres? Será que podemos mudar algo num desses mundos, que compõem o nosso ser, sem que essa transformação tenha impacto nos outros mundos do ser que somos? Não. Por isso, a transformação deve ser implementada no todo, a todos os níveis, em virtude de o desequilíbrio de um destes mundos ser manifestado no todo.

E então?!

escrita de ficção, contos

«Senhor Santos Camelo, bom-dia, fala Guilherme Sorriso, supervisor do serviço de apoio a clientes. Em que posso ajudá-lo?» «Vocês devem trabalhar muito aí! Devem, devem! Tanto tempo para falar com um “nergumo” qualquer? Palhaçada! Se fizesse o mesmo na minha empresa, já estava no olho da rua!» «Senhor Santos Camelo, em que posso ajudá-lo?» - voz firme e fria. «Não se ponha já com essas merdas, ouça-me primeiro! Vocês só estão aí porque eu vos pago o ordenado. Senão já estavam todos no olho da rua. Pode ser que os outros clientes “bos deixe” falar assim com eles, mas eu não alinho pelo mesmo “pasão”.» «Senhor Santos Camelo, como o senhor mesmo disse, nós trabalhamos muito neste call-center e por isso não podemos estar a perder tempo com insultos. Por isso, se pretende a minha ajuda, por favor vá directo ao assunto.»

Diz-me como…

escrita criativa, textos curtos

Respira fundo! Perde-te as vezes necessárias Necessárias até que te encontres. O encontro… Esse encontro clarifica as dúvidas Ajuda a lidar com o medo

Óptimo!

relatos pessoais, escrita criativa

Não sou fogo, meu querido. Sou terra e água. Com isso fazes barro. Com barro podes construir uma vida. O barro protege-te e apoia-te.

No final, tudo faz sentido

relatos pessoais, narrative coaching, auto-estima, motivação

Fugi sem saber. Sentia-me perdida, frustrada e desamparada. Lembro-me que a ideia mais comum na minha cabeça era apagar a minha vida completamente, como se fosse um computador – queria apertar o botão de apagar. Eu queria reescrever a minha vida. Como se isso fosse possível!

A essência és tu!

escrita técnica, artigos, transformação pessoal, arquétipos, numerologia

Como uma apaixonada pela numerologia e pela astrologia, devo admitir que a data em que nascemos e o nome que recebemos tem uma grande influência na nossa vida, interagindo com a nossa bússola interior, com o intuito de nos levar ao melhor do nosso ser.

Na praia com…

escrita criativa, relatos pessoais

E para mudarmos “a merda da nossa vida”, como tão bem disseste, isso tem que mudar. Essa perspectiva que a vida é uma entidade separada de nós. Para mudarmos a nossa vida, há que começar por mudar aqui dentro (encostei o dedo indicador à têmpora direita). Para que isso aconteça, convém que comecemos por mudar a perspectiva que temos de nós mesmos, do ambiente que nos rodeia, dos outros e dos acontecimentos da nossa vida. A partir do momento em que mudamos a nossa perspectiva, estamos gradualmente a mudar o mundo!

Positivo ou negativo – ambos têm um papel na tua vida!

transformação pessoal, comunicação, intrapessoal, interpessoal, transpessoal, programação neuro-linguística, não violenta

Somos energia. E energia não é negativa nem positiva. É apenas energia. O Sol é negativo? O Sol é energia. Pode ser bom ou mau para nós. O Sol é uma boa maneira de recarregar e se sentir mais feliz. Aumenta a produção de seratonina. Isso melhora o bom humor. Mas, ao mesmo tempo, o sol pode ferir, até matar. Assim, a mesma energia pode ter um efeito positivo e negativo sobre nós. Agora, imaginem uma pilha energética à vontade. É um recipiente de energia. E a energia contida dentro fluirá para fora se o pólo positivo se conectar com o pólo positivo. Somos como a energia do Sol – Energia!

Desbloquear as emoções

relatos pessoais, meditação, escrita criativa, terapia espiritual

Sentei-me a olhar para lá da janela, olhando para as árvores do quintal do vizinho. Depois de alguns minutos, percebi! Nasci introvertida, mas não estava pronta para lidar com isso. Então, bloqueei a minha sensibilidade! Assim, vivi desconectada das minhas emoções. Bem, eu olhava para as árvores e tentava perceber o que mudou! Parei de ser sensível? Não, eu ainda sou sensível ao meu ambiente. Então, o que mudou? Eu! Eu mudei! Tenho procurado curar-me emocionalmente. Estou a desbloquear e a reconectar com as minhas emoções. Não foi a violência que me deixou doente. Era o bloqueio emocional. E a doença era um chamado interior para libertar a minha sensibilidade.

Amo-te!

escrita criativa, poesia

E és o que viste em mim quando te olhei e esqueci!

Sentimentos estranhos!

relatos pessoais, escrita criativa

Uau! Eu sou assim. Todas as minhas histórias de ficção são baseadas no que eu gostaria que o mundo fosse, como eu deveria ser, o que eu deveria viver. Provavelmente, isso explica a positividade nas minhas histórias. Não há dor nem sofrimento. Nada!

Como é que é? Eu quero!

escrita criativa, crónicas

Pouco tempo levou a que irrompessem pela casa a dentro, brindando cada divisão com uma visita especializada e comentada – “Mudaste a tua cama de sítio!” ou “Aquela fotografia é nova! Quem é?”. Bastaram poucos minutos para perceber porque gosto tanto de estar com crianças. Elas dizem o que querem e pensam com simplicidade e optimismo.

O que é o amor?

Uma energia que parece ter acabado e mesmo assim nos surpreende ao voltar renovada.

Do silêncio!

escrita criativa, textos curtos

A tua voz chamou a minha atenção. A doçura nela desenhou-me um sorriso na face. Foi ele que nos uniu uma vez mais durante poucas horas sentidas em segundos.