Amar não é sinal de carência!!!

Este mundo anda todo louco! De um lado, um néon para promover o respeito e o fim do preconceito; do outro, um néon para rotular aquelas mulheres que apenas dão, sem pensar no que vão receber em troca. Coaching de relacionamentos??? A sério?!!! Céus!!! Quem lê o que escrevo sabe que escrevo muito sobre relacionamentos e coaching. Como coach, a minha função é co-criar com o cliente a desconstrução de crenças limitadoras e promover a mudança de perspectivas, de comportamentos, de atitudes. Não faz parte da minha função como coach, a criação de rótulos, o julgamento dos outros, nem mesmo a criação de mais crenças limitadoras. Isso não é coaching! Coaching é criar em conjunto. Coaching é estimular o não-julgamento. Coaching é promover a diminuição de conceitos e crenças preconceituosas. Coaching é amadurecimento de ideias e de pessoas. Coaching é busca de si mesmo.

O que eu acredito faz de mim quem sou!

Mergulha no silêncio! Inspira e expira profundamente. Não forces nada. Apenas sê respiração. Não lutes com a tua mente. Deixa levar-te pelo oscilar do teu ar! Há algum acontecimento que te vem à mente? Consegues identificar alguma crença conectada a esse acontecimento? Pensaste num evento positivo ou negativo? Sentes que, sem perceber, te sabotaste de alguma forma?

Cria clareza na tua vida!

Então, de que falo eu? Falo do peso invisível que carregamos. Será que este peso, esta sobrecarga, pode justificar o volume que acrescentei ao meu corpo? Talvez.

Positive or Negative – both have a role in your life!

By staying centered. By meditation. By faith in human race, specially those that you love and want to help. Don't tell them “look, that's is a cry for help because of this or that”, because they don't know what is happening to them. Remember that most of the times, those people are not aware of their negative behaviour. They are not aware what goes on inside them. They are not aware of a bunch of memories inside them, that makes them feel like that – abandoned, alone, hurt, depressed... they don't know what makes them feel anger inside and they don't know why they feel like that. So, they need to get it out and the way they find is to be near a person they love and trust. And the way they do that is in such a way, an unaware way. They don't want to hurt you, they just want to take it out of their chest, unaware – most of the times – of the pain they are causing to someone else. They just want you to help them. They need your help, they need your attention, they need your positivity.

Quem sabe?

Serão as nossas emoções que nos desalinham?
Sempre acreditei que temos que controlar as nossas emoções para...
Para quê exactamente?
Não faço ideia!
Anos atrás de anos, década a seguir a década, a controlar as minhas emoções
E para quê? Porquê?
Se olhar para trás, para tudo o que vivi, para tudo o que escrevi
O que vivi sempre arrependida por não ter dito ou feito algo que seria mais adequado
O que escrevi sempre escrutinado por uma mente censuradora que eliminava tudo o que pudesse ser criticado ou que pudesse passar uma ideia errada de mim.

Natal, a época da gratidão

O Natal é tão simplesmente um sonho partilhado com todos os que amámos e cuidámos. Ano após ano, reunimo-nos para, com tranquilidade, amor, altruísmo e lealdade, agradecer mais uma vez o caminho único que vivemos de verdade. Assim, o Natal transforma-se numa época única, a época da gratidão.

Escrita

Muito embora ame a escrita, há momentos de medo, de receio, de dúvida em que dou por mim a pôr em causa toda a minha capacidade de contar estórias, a minha criatividade e imaginação – como naquele dia; a dedicação de horas, de meses, de anos desprezada em segundos.