Bom, mau ou assim-assim… porquê?

O dia de hoje foi uma montanha-russa.Conflitos sem sentido constantemente a esbarrar em mim.Eu, sem forças, inexplicavelmente a deixar que me provocassem reacções intempestivas.Apeteceu-me, por várias vezes, jogar tudo para o ar e desaparecer!Virar costas sem pensar nas consequências e desaparecer!Procurei abstrair-me e tentei mergulhar de cabeça no trabalho!Disse tentei porque falhei! Não era capaz… …

Multiculturalismo e o entendimento entre culturas

«We live in a culture of deep scarcity, defined by this: never enough. You can fill in the blanks, never good enough, rich enough, powerful enough, safe enough, certain enough, perfect enough, extraordinary enough, and one of the most least discussed, but probably the most dangerous, not enough» . O conceito de scarcity culture apenas …

E então?!

Desligada do mundo, Lúcia sente ondas salgadas a invadir o seu coração aconchegado às nuvens. Inspira e expira longamente, enquanto fios de cabelo flutuam ao sabor do vento. Não parece real… está ali e ao mesmo tempo é um sonho… um sonho que capta a atenção de todos que por ela passam. Mais próximo dá …

Será que uma estrutura intersubjectiva de reconhecimento mútuo pode unir-se a uma acção comunicativa descentrada do mundo, criando assim um claro caminho de entendimento e respeito mútuo?

Sim. Vejo a estrutura intersubjectiva de reconhecimento mútuo como a base de uma eficaz acção comunicativa descentrada do mundo, pois entendo que só assim será possível chegar a um entendimento e respeito mútuo. A mediação de conflitos, sejam eles familiares, profissionais, sociais ou transnacionais, assenta num pressuposto de entendimento mútuo. Este é alcançável através de …

Desperta! Chegou a hora!

“A comparação é uma completa perda de tempo e de energia!” Quem me conhece vai reconhecer esta frase. Já a disse várias vezes. Aliás, repeti-a até à exaustão. Confesso que ultimamente tenho tido algumas reticências em usá-la! E tudo porque percebi que o meu inconsciente está há muitos anos a usar a minha boca para …

Joy

Once upon a time, there was a young woman that ask herself why she wasn't happy; why she couldn't be more like she wished for! It could be a fairytale, but it isn't. It was more than once that I asked myself why I wasn't happy. However,  if we are aware of it, one time …